Minhas dicas para aprender inglês no exterior

O intercâmbio para aprender um idioma é uma das maiores oportunidades que pode ter uma pessoa. Eu particularmente amei, e sinceramente foi essa experiência que marcou um antes e um depois na minha vida. Tanto, que não parei por aí. Certamente, viajar, viver uma outra cultura, caminhar pelas ruas, ir ao cinema, ir onde os locais vão, é para mim o que me define como uma cidadã do mundo e não uma turista.

Assim foi minha primeira experiência com o inglês. Portanto, o que quero aqui é contar, melhor dar 5 sugestões, que acho importante para quem quer aprender inglês no exterior.

Família e Vida Local

A propósito, quando eu fiz minha viagem de intercâmbio não entendia o porquê de viver um período com pessoas que eu não conhecia. Então, os primeiros dias foram complicados. Eu não entendia nada que falavam. Logo, o que chegava ao meu ouvido eram palavras perdidas, desconectadas com minha realidade. Enfim, cheguei a pensar, essa gente fala chinês. 

Uma semana depois já conhecia e interagia. Afinal, consegui estabelecer algum tipo de comunicação e compreender. Aí vai minha primeira dica.  “Você precisa viver com uma família do país que você escolheu”. 

Assim, viver em uma casa de família, ou apartamento, república onde não tenha, ninguém que fale seu idioma te obriga a buscar meios de comunicação. Com isso conheci gente de outros países, onde o inglês era a única forma de comunicação. Portanto, você melhora seu inglês muito mais rápido!

Agência de intercâmbio

No meu caso, eu contratei meu curso de inglês com uma agência de intercâmbios e posso garantir que isso facilitou muito. Assim eu só tive que escolher onde estudar e o que queria fazer. A experiência foi ótima e muito mais fácil do que organizar tudo sozinho.

Então, minha segunda dica, “pesquise sobre as escolas que a agência te indicar, mas não compare somente preços e sim o custo/benefício que ela poderá trazer”. Por exemplo, uma escola muito barata, provavelmente não terá boa estrutura e bons professores, o que faz com que seu aprendizado do inglês demore muito mais para atingir fluência.

Para mim, esta dica é fundamental, pois uma vez fazendo o intercâmbio será muito difícil voltar atrás. Portanto, nao economize nesse ponto!

Atividades da escola  

De fato, a eficiência do seu curso de inglês só será possível se você for persistente. Em outras palavras, que você utilize tudo aquilo que a escola tem a oferecer, como aulas de músicas, aulas de conversão, excursões, entre outras atividades, que já são atividades pensadas para que você aprenda mais rápido e se divertindo. Terceira dica, “faça as atividades extracurriculares da escola”.   

Rotina diária  

Assim sendo, já começo a quarta dica dizendo “passear, caminhar e fazer compras”. Isso mesmo vá para rua, use os meios de transportes, onibus, metrô, trem. Peça informações dos lugares onde quer ir. Tudo bem, você pode usar o GPS, mas evite. Peça dicas de pontos de referências que com certeza vão ajudar a conhecer novas palavras, que talvez você não vá escutar na sala de aula. Isso, só é possível no cotidiano do lugar.      

Igualmente, ocorrerá se você for ao mercadinho da esquina, farmácias, lojinhas de conveniência, supermercados. Portanto, olhe as mercadorias, pergunte os preços e se puder compre. Desta forma, o processo de compras é fundamental para aprender.

Cultura e diversão

Outra coisa, esqueça as músicas brasileiras no Brasil.  Agora, é hora de escutar a rádio local, conhecer as músicas e artistas da região . A música me ajudou muito nisso.

Então, “viva a cultura, a música e a dança”.  Esta é minha quinta dica. Nada como curtir o bar com os amigos, sair a dançar e escutar muita música em inglês. 

Enfim, aproveite o máximo o intercâmbio. Além de ser uma etapa muito linda na vida de um estudante, é determinante saber inglês para seu futuro profissional. Portanto, vai lá. Good Luck.

Elisa Martins


Vai Fazer Intercâmbio? Deixe seu comentário!