Luciana Teixeira experiencias nos Estados Unidos

Antes quero agradecer DEMAIS por toda atenção (Kelly – Agente), por estar sempre disponível para minhas dúvidas ate o ultimo minuto, fiquei muito satisfação com todo atendimento, de verdade! Suas dicas também foram super uteis para mim lá, many tanks!!

A Escola – ILSC

Você já havia me falado que era uma escola menor que a EC, porém não esperava tão pequena haha.. Independente do tamanho, gostei muito de lá, os professores são jovens, sempre animados, tentam mudar os assuntos da aula todos os dias, tem bastante dinamica e tem o Tristan (meu professor que tive um amor platonico) hahaha,, Todos foram muito simpáticos e pacientes, eles me parecem que são uma familia, pois são bem unidos e se respeitam muito. Obviamente só tinha Japones e Correano, apenas eu e mais um menino brasileiro que mora lá em NYC há 2 anos e o emprego dele que arranjou essa escola para ele. Como um todo, a escola proprorciona o mesmo nivel de ensino que tive na EC, o que apenas peca e que têm pouquissimos alunos e pouca diversidade, o que para quem nunca fez intercambio não sei se seria muito bom! Para mim foi otimo pois meus amigos mesmo eram da residencia!

Residência – amor e ódio! :)

Não se pode esperar muito de uma residência estudantil, certo?! Meu quarto estava de acordo com o esperado, banheiro, cozinha idem! Localização perfeita, do lado do do metro, 2 bancos na esquina, 3 mercados no quarteirão, cafés, restaurante, post office, tudo no mesmo quarteirão! Quanto as instalações sem reclamações, obviamente alguns contratempos como: no meu primeiro dia minhas tomadas e geladeira queimaram e tive que esperar 2 dias para concertarem, pois como esta uma sexta a pessoa só poderia ir lá concertar na segunda, mas sem problemas, era algo compreensível !

Quanto aos estudantes, a maioria era estudante da AMDA, escola da Broadway que prepara o pessoal para musical e coisas do tipo! Ou seja, so os dançarinos, cantores, atores.. pessoal bem legal e simpático! Uns gays muito engraçados que ficavam cantando e dançando na cozinha e eu me divertia!

NYC – A musica já fiz TUDO!

In New York, concrete jungle where dreams are made, oh
There’s nothing you can’t do, now you’re in New York
These streets will make you feel brand new
Big lights will inspire you, let’s hear it for New York

Amei demais, quero voltar e morar lá pra sempre ! Oh cidade crazy, dizem que SP é igual, mas para mim não chega nem aos pés! Lá realmente as coisas são 24h. O que mais me apaixonei é pelo fato de ninguem se importar com a vida alheia, você pode usar a roupa que quiser, o cabelo que quiser, dançar do nada na rua, gritar besteira, ninguem nunca vai falar nada ou muito menos olhar estranho! Fora que poder sair da balada as 4h e voltar de metro é tuuuuudo de bom! Super barato e seguro : ) A melhor experiência que tive definitivamente, aprendi a cuidar das minhas coisas, lavar, cozinhar, limpar meu quarto, era tudo por minha conta, independência pura! O dinheiro voa, pois você ve que tudo é tão barato que vai comprando, comprando e quando já viu, acabou ! A vida noturna é demais de boa, o pessoal se arruma mesmo para sair, as baladas são chiques, vi vários famosos por lá e as pessoas nem se importam, tratam normal! A estatua da liberdade é linda sim, mas não sei porque com o Cristo tive mais emoção! Empire State é sim alto, a vista é top, mas também preferi o Sky Deck de Chicago! Times Square é de dar pane no sistema ocular hahaha.. Muita informação, tirei um tempo só para olhar para cada anuncio, cada detalhe, lá foi o único lugar que de fato me emocionei, nevando ainda, é de parar o coração! Com a chegada do Super Bowl a cidade ficou um inferno, muita policia, revista, metro mega cheio, lojas, times square parecia a 25 de março! Fiquei abismada com o fato de não ter Walmart em NYC, segundo me falaram é para dar espaço aos mini mercados! Tive que ir para New Jersey para poder achar um :)!

Leia na Integra: Luciana Teixeira experiencias nos Estados Unidos

2 comentários sobre “Luciana Teixeira experiencias nos Estados Unidos”

    1. Oi Diana! Tudo bem? Pedimos desculpa pela demora em retornar o seu comentário. Essa insegurança é normal diante de um passo tão importante e especial, que é o intercâmbio. Caso você queira saber mais informações sobre intercâmbio nos Estados Unidos (ou em qualquer outro destino que atendemos) nós ficamos a disposição. Temos um time de consultores especializados que terá o maior prazer em atender você. 🙂

Vai Fazer Intercâmbio? Deixe seu comentário!