Como Migrar e Trabalhar nos EUA – Profissionais de TI

ATUAL CENÁRIO PARA O PROFISSIONAL DE TI NOS EUA

· Os EUA estão sempre buscando profissionais de TI, desde as grandes corporações até as companhias de médio ou até mesmo de pequeno porte.

· Existe hoje nos EUA uma carência muito grande por profissionais de TI (assim como em outros setores) tanto em quantidade como em qualidade. A presença do talento estrangeiro no mercado de trabalho americano é fundamental para preencher essa carência e contribui significativamente para alavancar a economia do país.

· Para reforçar ainda mais essa tendência, os EUA vivem hoje um momento de crescimento, com a menor taxa de desemprego dos últimos 50 anos. Existem oportunidades profissionais em praticamente todos os setores de TI, o que é extremamente atraente para o profissional brasileiros bem capacitados.

· Com um cenário cada vez mais instável politicamente e economicamente, a tendência é que cada vez mais profissionais de TI brasileiros qualificados busquem novos horizontes nos EUA. O desemprego, a falta de perspectiva política e a insegurança são os principais motivadores que hoje levam esse tipo de profissional a migrar para os EUA.

· Profissionais graduados em Ciência da Computação, Engenharia da Computação e Engenharia de Sistemas e com experiência relevante estão entre os profissionais de TI mais desejados nos EUA e em outros países.

· Profissionais brasileiros de TI, e também de outras nacionalidades, concentram-se principalmente no Vale do Silício, na Califórnia, onde estão sediadas as maiores e mais poderosas empresas de tecnologia do mundo, como a Microsoft, Google, Apple, Facebook, etc.

· Estima-se que hoje, no mercado norte-americano, somente determinadas atividades relacionadas à medicina ou ao direito proveem uma remuneração salarial média mais elevada do que as atividades na área de TI.

· O Brasil, historicamente, está entre os maiores exportadores de mão de obra capacitada na área de Tecnologia da Informação , principalmente para os Estados Unidos , Japão, Canadá, Austrália e Alemanha, Nova Zelândia e Suíça.

· Os países interessados em receber cidadãos brasileiros e de outras nacionalidades ganham ao atrair talentos prontos, sem a necessidade de alto investimento em formação e qualificação dessa mão-de-obra, além de evitar os efeitos do envelhecimento da população economicamente ativa e seus impactos negativos como retração de Produto Interno Bruto (PIB) e declínio de condições sociais.

· Como muitas operações envolvendo tecnologia estão voltadas para melhoria dos processos operacionais e administrativos, ampliação da eficiência e geração de valor para o negócio, um MBA pode contribuir muito com os profissionais do setor.
· Um ponto fundamental para que essa trajetória seja bem-sucedida é o domínio de línguas. Seja qual for o destino escolhido, dominar ao menos o inglês é um requisito básico importante. Esse idioma é a língua do profissional expatriado e a mais utilizada pelos profissionais que atuam globalmente no setor de TI.
· Outro aspecto importante, e que conta a favor dos brasileiros, é a base cultural. O brasileiro, por viver uma grande miscigenação de etnias, religiões, já está mais preparado, já nasceu e vive em um ambiente favorável à adaptação multicultural. O brasileiro se torna muito mais adaptável a novas culturas, economias, oportunidades e desafios.
· Cerca de 40% dos profissionais de TI que trabalham atualmente em grandes empresas americanas são estrangeiros. A grande maioria é originária da China, Japão e índia.

Marque uma consulta para avaliar suas chances de migrar para os EUA

VISTOS APROPRIADOS PARA PROFISSIONAIS DE TI

· Nos últimos 3 anos, a HAYMAN-WOODWARD têm observado atentamente a busca cada vez mais frequente de profissionais de TI que desejam residir permanentemente nos EUA. Nosso escritório auxilia indivíduos extremamente qualificados profissionalmente e academicamente em seus processos de solicitações de vistos e realocação para os Estados Unidos. É preciso estar atento a questão dos vistos de trabalho mais apropriado para os profissionais de TI desempenharem suas funções nos EUA.

· Embora muitos profissionais de TI cheguem aos EUA com vistos H-1B, o visto EB-2 NIW (National Interest Waiver) tem se mostrado a melhor opção imigratória para aqueles mais qualificados. o H1-B é um visto temporário, e que não pode ser renovado. Já o EB-2 NIW concede o direito a imigrar definitivamente para os EUA, tornando-se um portador de Green Card.

· O visto H-1B permite que trabalhadores estrangeiros exerçam suas funções profissionais apenas temporariamente nos EUA. Esses trabalhadores devem demonstrar que são competentes em seus campos de atuação, ao ponto de justificarem uma contratação em função de uma capacidade profissional e acadêmica acima da média do mercado e que dificilmente será encontrada nos EUA. Para brasileiros, a duração desse tipo de visto e permanência no país pode chegar a 3 anos, sem possibilidade de renovação. Além disso, para se qualificar a um visto H-1B o profissional brasileiro já deve possuir uma oferta de trabalho concreta vinda de uma empresa nos EUA. Após a aprovação da petição, ainda restará uma entrevista com um oficial consular na Embaixada ou em um dos consulados americanos no Brasil.

· Importante também ressaltar que existe um limite máximo de 65 mil vistos H-1B que podem ser concedidos anualmente, com um acréscimo de mais 20 mil ofertas de trabalho envolvendo profissionais com mestrado e doutorado. Todos esses números se esgotam muito rapidamente devido à grande procura de empresas americanas por profissionais estrangeiros desse nível.

· Profissionais de TI podem eventualmente se qualificar para um visto de imigrante e, consequentemente, um Green Card dentro da categoria EB-2 NIW (National Interest Waiver). Essa categoria prevê a possibilidade de imigração de estrangeiros qualificados para contribuírem com os EUA em determinadas áreas profissionais que estão em falta ou que necessitam de mão de obra qualificada no país, sem a necessidade de possuir um empregador como sponsor ou de uma oferta de trabalho concreta, baseando-se apenas no histórico profissional e acadêmico do candidato. Diferente do H1-B, que é um visto temporário, o visto EB2 NIW já resulta na residência permanente nos EUA com um Green Card.

· A categoria EB-2 NIW pode tanto beneficiar pessoas que já estão nos EUA com outros tipos de visto temporário, como o H-1B, por exemplo, ou que ainda irão dar entrada no visto de imigrante e possuem uma formação acadêmica avançada ou documentação que suporte os requerimentos pré-estabelecidos para caracterização de suas habilidades profissionais. Trata-se, portanto, de um visto para pessoas com habilidades reconhecidamente acima da média e cuja presença nos EUA irá beneficiar o país.

· A atual administração dos EUA tem demonstrado uma grande preocupação em atrair profissionais qualificados, para residirem em definitivo com vistos E-B2 NIW. Trata-se de uma categoria muito bem vista dentro do atual contexto administrativo que envolve o debate sobre imigração no país.

Saiba mais sobre a Hayman-Woodward e marque uma consulta

O que achou? Deixe seu comentário.