Road Trip: na natureza, mas nem tão selvagem assim

Para quem gosta de ecoturismo e que prefere as escapadas da natureza aos grandes prédios e aos centros urbanos, a dica nos Estados Unidos sempre o leva para uma região: a cadeia das Montanhas Rochosas americanas – as famosas Rocky Mountains!

Berço de inúmeros Parques Nacionais, essa formação geológica abriga uma incrível biodiversidade, o que, a princípio, contrasta bastante com a idéia que se tem da principal economia mundial, na qual só se acredita que existam grandes prédios, empresas, metrôs subterrâneos e tudo mais que uma grande metrópole tenha para oferecer.

Bem, se você é adepto das belezas naturais, mas não dispensa um pouco de conforto, veja uma idéia de Road Trip para fazer pelo noroeste do país – lar de grande parte da biosfera americana!

Comece pegando um voo até Seattle, pois será onde encontrará maiores opções de companhias aéreas pela região e alugue um carro! Pois como nos Estados Unidos é extremamente barato para alugar um automóvel, não vale nem um pouco a pena se deslocar de ônibus ou avião – pois como as estradas são exemplares e os pontos de visitação são afastados de aeroportos, os carros sempre figuram como a melhor opção para esse tipo de viagem!

Saindo de Seattle, pegue o rumo para o Ferry da Ilha de Bainbridge e atravesse a ilha em direção ao Olympic National Park. Terá de cruzar por uma ponte para então chegar na US-101, rodovia federal que o levará para Port Angeles, uma das entradas do parque. Para mais detalhes dessa rota, clique aqui.

Se é uma pessoa que assiste filmes regularmente, deverá lembrar dessa cidade no blockbuster Crepúsculo, além, claro, do entorno das florestas chuvosas da região – bem características do Parque Nacional Olympic, com suas sequóias gigantescas e sua incrível vegetação!

Após conhecer o Olympic, volte em direção ao norte (ao Canadá) até Anacortes. Terá de pegar outro Ferry entre Port Townsend e Coupeville, até pegar a estrada estadual WA-20 até a simpática Anacortes. A cidade é pequena e bem americana. Não possui um Parque Nacional em seus domínios, mas é parada obrigatória para quem gosta de natureza e está passando pela região.

Por lá só há uma coisa para se fazer: observação de baleias. São inúmeras empresas locais que oferecem excursões para se navegar entre as Orcas que por lá habitam e esse passeio belíssimo em termos de natureza é indispensável! Para se ter uma idéia, se navega até em águas canadenses!

Saindo de Anacortes, retorne para a WA-20, mas agora em direção leste – para Winthrop. No caminho, irá passar pelo Parque Nacional de North Cascades, famoso pelo Lago Diablo. Esse é, sem dúvida, o menor parque que irá conhecer, pois é só uma passagem, mas duvido que fique indiferente com a beleza da região.

Chegando em Whinthrop, procure onde dormir. A cidade é pitoresca e remete aos antigos saloons e ao velho oeste americano. É um bom lugar para acordar e tomar um bom café da manhã para seguir em direção a um dos melhores parques do país, o Glacier National Park!

Rume em direção à Spokane, tradicional cidade no leste do estado de Washington e aproveite para almoçar por lá. A cidade é histórica por algumas de suas edificações de tijolos e oferece cultura e lazer na medida certa para quem quer estudar em uma pequena cidade americana. Para mais informações sobre o destino, clique aqui.

Aproveite para conhecer um pouco mais dessa cidade, como o Riverfront Park e o Browne Addition. Após dar uma explorada, retome a estrada em direção leste pela I-90, passando pela bela Coer d´Alene no estado de Idaho, até Coram, em Montana.

Lá é a entrada do Parque Nacional Glacier, uma das principais formações geológicas do mundo! Aqui vai uma dica: para quem deseja dar uma estendida no passeio, sugiro que solicite um visto de entrada para o Canadá, pois poderá ingressar na parte canadense do parque, o Waterton!

No retorno, tome a estrada até Great Falls pela I-15 e conheça a capital de Montana, que fica logo ao sul de Great Falls – a pequena Helena! E, para fechar com chave de ouro, pegue o rumo do Parque Nacional de Yellowstone, o principal destino americano para a natureza! Procure chegar pela entrada de West Yellowstone para começar sua jornada.

Por lá, tire uns dois dias para aproveitar um pouco do parque. Se tiver mais tempo disponível, melhor, pois poderá aproveitar mais o entorno e fazer mais caminhadas e explorar mais. Pegue um mapa do parque e se divirta, são diferentes as rotas que poderá fazer dentro do mesmo e quanto mais explorar, melhor!

Uma dica, procure voltar por Gardiner para conhecer o Roosevelt Gate, histórico marco do parque! E depois, rume para Bozeman, pequena cidade universitária onde poderá pegar um voo de retorno para o Brasil!

 

Bem, esse roteiro é bastante extenso – em torno de 2.000 km – e merece ser bem estudado por quem irá percorrê-lo. Por isso, veja algumas dicas essenciais para esse passeio:

  • Pode ser bastante cansativo, logo, sugiro que faça essa viagem acompanhado (de preferência por alguém que também dirija);
  • Procure realizar essa viagem durante a primavera ou o verão americano, pois durante o período mais frio, como o inverno, mais da metade dos parques estão fechados – além de ser mais complicado de dirigir na neve (algo um tanto incomum para nós, brasileiros);
  • Tenha sempre no carro algo para comer e, principalmente, para beber. A região é bem seca e na época do verão, é extremamente quente. Terá de fazer várias paradas, logo, procure abastecer não somente seu carro, mas seu organismo também;
  • Cautela na hora de dirigir, pois como andará por áreas de intensa atividade animal, vai que surja um animal no meio da pista. Logo, contrate também um seguro para seu automóvel também (e não se esqueça de mencionar que o devolverá em outro aeroporto, se o fizer);
  • Agende corretamente suas paradas para saber onde dormir. Lembre-se que verão é alta temporada nos Estados Unidos, logo, muitos americanos irão realizar a mesma viagem que você. Uma boa dica é ter no carro uma barraca ou algo para que consiga se acomodar no seu carro mesmo – como colchonetes e saco de dormir – pois existem alguns paradouros pelas estradas e pelos parques onde se pode encostar o carro para dar aquela dormidinha;
  • Guarde em torno de 15 dias para fazer essa Road Trip, se puder, um pouco a mais não faz mal pra ninguém;
  • Lembre-se que nos Estados Unidos tem de tudo, logo, passar trabalho fica a cargo do viajante. É possível fazer essa viagem sem ter dificuldades alguma, é só se planejar com antecedência;
  • Tire fotos e aproveite cada momento por lá, pois será uma viagem que contará por muito e muito tempo depois!

Vai Fazer Intercâmbio? Deixe seu comentário!