Não tenha medo de errar!

A nossa student adviser Fernanda Mattos morou um tempão nos Estados Unidos. Agora ela conta um pouco da história dela e mostra que, seja qual for a sua idade -ou seu nível de inglês- não tenha medo de errar.

“Já aconteceu comigo várias vezes: Estou conversando com alguém sobre intercâmbio e essa pessoa me diz: “depois que eu ficar fluente, eu faço intercâmbio”.  Mas o nível de inglês não deveria ser o ponto que decide quando fazer intercâmbio. Até porque –sabemos muito bem- se ficarmos sempre adiando nossos sonhos, eles nunca se tornarão realidade.  O que conta mesmo é não ter medo de arriscar. Vou contar uma parte da minha história para mostrar isso:

FER

Às vésperas de completar 7 anos de idade, minha mãe chegou em casa com uma notícia que iria mudar minha vida: nossa família iria morar um ano nos Estados Unidos para acompanhar meu pai e, como não poderia ser diferente, foi absolutamente fantástico.

Morei em uma cidade chamada Leavenworth, às margens do rio Missouri, no estado de Kansas.  Famosa por hospedar uma das mais famosas penitenciárias dos Estados Unidos, Leavenworth é uma cidade é cheia de charme, belíssimas histórias e muita neve. A temperatura lá no verão é de, em média, 30 ºC e no inverno cai facilmente para – 10ºC.

É claro que eu não falava nada de inglês. Então, como eu iria me alfabetizar em outra língua? Bom,foi aí então que começou uma experiência única de vida. Fui matriculada na 1ª série no Ben Day Elementary School (que corresponde à 1ª série do Ensino Fundamental no Brasil). Casa, escola, amigos, cidade, idioma e país completamente novos.

 

FER 0003

Os primeiros dias de aula deram um nó na minha cabeça. Alfabeto, números, contas, brincadeiras, cores, nomes. Tudo em uma língua diferente da minha língua nativa. A necessidade fez com que em poucas semanas eu já estivesse imersa na língua inglesa e tagarelando aos montes sem medo de cometer erros. Esta é uma virtude que temos quando somos crianças e (infelizmente) vamos perdendo ao longo dos anos.

Lembre- se disso quando você chegar à cidade escolhida para o seu intercâmbio. Na fase de aprendizagem de um idioma, seja lá qual for a sua idade, não tenha medo de acertar ou errar, apenas tente se comunicar e colocar em prática o pouco (ou muito) que você sabe. E encare o erro como uma chance maior de acertar na próxima.”

 

3 comentários sobre “Não tenha medo de errar!”

    1. Nunca tinha saído do Brasil até uma viagem a Nova York há pouco tempo. Apesar de ter feito 6 anos de inglês na minha adolescência, os 30 anos seguintes sem necessidade de falar ou ouvir nada nesta língua acrescidos da minha timidez, me fizeram de novo uma analfabeta nesta língua. Assim eu pensava até a viagem. Misteriosamente não tinha esquecido tudo como pensava. Apesar da preguiça de falar inglês aqui no Brasil, lá fora a vontade era enorme e não parava de falar ou tentar falar rs Minha filha ficava com vergonha de mim falando errado, mas não tive a mínima vergonha, errava muito é verdade, mas o fato de conseguir me comunicar me fazia tentar mais e mais e as coisas iam clareando na minha mente. E agora uma vontade enorme de voltar e ficar mais tempo para falar e falar e falar…rsrs

O que achou? Deixe seu comentário.