Montreal – um certo estilo europeu

Montreal é uma das melhores e mais procuradas cidades do Canadá para se visitar. O lugar oferece uma vasta programação cultural, além de pontos turísticos que merecem ser visitados pelo menos uma vez na vida, como o Oratório de São José, o Parque Olímpico e a parte antiga da cidade.

Os dias em Montreal são cheios de arte, boa gastronomia e muita diversão. Em qualquer época do ano a maior cidade da província de Quebec oferece uma série de opções para quem quer aproveitar o que a cidade tem de melhor. Em qualquer dia, mês e ano.

Situada a cerca de 500 km de Toronto, Montreal é o lugar ideal pra quem quer ter contato com a arte. Nos meses mais quentes do ano, é comum se deparar nas ruas com músicos, atores e artistas plásticos.

Não é à toa que a cidade é considerada a capital da cultura no país. Festivais como Just for Laughs (um dos principais festivais de comédia), e o Montreal International Jazz Festival (citado pelo Guiness como o maior do mundo) fazem parte da lista de eventos culturais.

Montreal também é sede do Cirque du Soleil, um dos melhores circos da atualidade, e possui uma das principais orquestras sinfônicas do mundo, a Orquestra Sinfônica de Montreal.

No Place des Arts, um complexo de teatros e casas de show, se apresentam artistas de diversos países. É lá que está localizado o museu de arte contemporânea da cidade, assim como o Les Grands Ballets Canadiens de Montréal, a principal companhia de balé da cidade.

Apesar do francês ser a língua oficial e ser falada pela maioria da população, boa parte dos moradores falam inglês, principalmente em lojas, restaurantes e pontos turísticos. Montreal é um dos melhores lugares do país para quem quer comer bem, oferencendo uma série de restaurantes com chefs conhecidos mundialmente.

Há muito o que se fazer em Montreal. A cidade oferece atrações para todos os gostos e idades e é sempre bom planejar com antecedência para que seja possível aproveitar ao máximo o que esse lugar tem para fornecer. E para ajudar nessa tarefa, nos da Canada Brasil pode te ajudar!

Pontos Turisticos que valem a pena:

Basilique Notre-Dame – Essa talvez seja a igreja mais visitada da cidade. Construída em 1924, possui uma decoração rica e bastante colorida. Infelizmente muitos que conhecem essa igreja, esquecem de visitar uma capela no interior dela, com um altar todo construído em madeira. À noite é possível assistir a um show de música e luzes que mostra a fundação de Montreal e da própria basílica. (110 Notre-Dame Street West. Estação do metrô: Place-d’Armes)

Place des Artes – O Palácio das Artes de Montreal é o principal complexo cultural do Canadá. Os mais importantes artistas do mundo se apresentam aqui. Durante o festival de comédia Just for Laughs, que ocorre em julho, diversas apresentações de artistas circenses e músicos acontecem ao ar livre. (175 Sainte-Catherine West. Estação do metrô: Place-des-Artes)

L’Oraitoire – É considerado um dos centros de romarias mais visitados do mundo. Foi consagrado basílica em 2004, com capacidade para acomodar mais de 2200 pessoas. É o ponto mais alto de Montreal (236 metros de altura), oferendo uma das vistas mais bonitas da cidade. No seu interior é possível visitar um museu e um santuário.(3800 Queen Mary Road. Estação do metrô: Côte-des-Neiges)

Biodôme de Montreal – Caminhar pelo Biodôme mexe com todos os sentidos do corpo. Escutamos os sons dos animais, sentimos o cheiro da flora, percebemos a diferença de clima entre um ecossistema e outro e podemos ver réplicas da floresta tropical, ambiente polar, sistema marinho do Rio St. Lawrence e a floresta Laurentian. Mais de 4800 animais de 230 espécies vivem aqui. (4777 Pierre-De Coubertin Avenue. Estação do metrô: Viau. C$14-C$16.50)

Torre de Montreal/ Parque Olímpico – Foi construído para as Olimpíadas de 1976. Do lado dele está a maior torre inclinada do mundo, onde um elevador leva o visitante para três andares onde é possível observar a vista. (4141 Pierre-De Coubertin Ave. Estação do metrô: Viau. C$15)

Jardin Botanique – O Jardim Botânico de Montreal é um dos maiores do mundo, com mais de 20 mil espécies de plantas, três exibições de efeito estufa, casa da árvore, além de jardins temáticos como o Japonês, Chinês e o dos Primeiros Povos. (4101 Sherbrooke St. East. Estação do metrô: Pie-IX. C$12-C$16.50)

Cidade Subterrânea – Montreal possui a maior cidade subterrânea do mundo, bastante parecida com a de Toronto. Cerca de 500 mil pessoas circulam nos corredores dessa espécie de shopping center, com 1700 lojas, 200 restaurantes, teatros, museus e até universidades. (Estação do metrô: McGill)

Île Sainte-Hélène – Essa ilha é perfeita no verão. Existe um complexo aquático com piscinas aquecidas, e é sede de diversos concertos ao ar livre. (Parc Jean-Drapeau. Estação do metrô: Jean-Drapeau)

Biosfera e Museu do Meio Ambiente – A biosfera, considerada um obra de arte por muitos, foi construída para a Expo’67. O Museu do meio ambiente é o lugar ideal para se informar sobre diversos assuntos relacionados ao ar, à água e à vida no planeta Terra). (160 Tour-de-L’Isle Road, Île Sainte-Hélène. Estação do metrô: Jean-Drapeau. C$12)

Casino de Montreal – O que antes servia de espaço para sediar o Expo’67 transformou-se mais tarde em um dos principais cassinos do Canadá, oferecendo 120 mesas de jogo e mais de 3000 máquinas de caça-níqueis. (1 du Casino Avenue. Parc Jean-Drapeau. Estação do metrô: (Jean-Drapeau. Ônibus: 167)

2 comentários sobre “Montreal – um certo estilo europeu”

  1. Eu pude visitar essa cidade esse ano. Perfeita! Fui no final do inverno. A cidade é atrativa em todas as estações. Estrutura incrível e lugares agradáveis.

Vai Fazer Intercâmbio? Deixe seu comentário!