Gafes de Viagem: A pé em Orlando!

A Student Adviser da Estados Unidos Brasil, Flávia Gomes, ensina o que não fazer quando estiver passeando em Orlando !

 

No meu programa de intercâmbio, eu tinha direito a tirar duas semanas de férias. Em uma dessas semanas, decidi ir para Disney com uma amiga. Começamos a nos planejar com bastante antecedência. Compramos as entradas dos parques bem antes, conversamos com um amigo que morava em Orlando e pedimos para ficarmos hospedadasem sua casa . Depois de fazermos todo o planejamento, decidimos que precisaríamos alugar um carro para nos locomover da casa do nosso amigo até os parques com maior comodidade, já que em algumas localidades, se você não tem um carro não chega a lugar nenhum !

 

 

 

 Por fim, também tivemos a ideia de aproveitar para ir até Miami e passar alguns dias lá! Todo o planejamento parecia perfeito, e estava tudo indo bem até o dia da viagem.

 

Quando chegamos em Orlando, pegamos um “shuttle bus”, que nos levou até o local onde pegaríamos o carro que reservamos com meses de antecedência pela internet. Contudo, não pudemos finalizar o aluguel! Porque a minha amiga que pagaria o depósito no cartão de débito dela, como havíamos combinado, retirou todo o dinheiro do cartão, sem lembrar que ela precisaria ter dinheiro nele para alugar o carro. Ela disse que não gosta de deixar o dinheiro no cartão para não se descontrolar e ter que pagar taxas bancárias.

 

Como eu não sabia desse feito da minha amiga, eu também tinha retirado parte do dinheiro do meu cartão de débito e não tinha o valor todo que precisaríamos para pagar pelo depósito. Não havia nenhum banco, nenhum caixa eletrônico por perto. A única coisa a ser feita seria mudar os planos! Mas nós queríamos tanto esse carro!

 

Era tarde, estávamos cansadas e os atendentes nos olhavam como se fossemos duas enroladas.No final, decidimos recorrer ao nosso amigo! Por que não pensamos nisso antes? Não sei! rsrsrs…

 

Acho que estávamos mesmo muito enroladas! Era meia noite quando ligamos para ele ir nos buscar. Super envergonhadas! Ele veio e fez o deposito no cartão dele, para que pudéssemos alugar o carro como planejamos. Ele foi o nosso herói naquele dia! Se não conhecêssemos ninguém em Orlando, íamos acabar ficando sem carro. No final das contas não tínhamos nos planejado tão bem quanto imaginávamos!


Vai Fazer Intercâmbio? Deixe seu comentário!